Você sabe como é feita a reciclagem de latas?

Imagem 1: Latas prensadas prontas para serem transformadas em matéria-prima.

Imagem 1: Latas prensadas prontas para serem transformadas em matéria-prima.

O Brasil é o campeão mundial em reciclagem de latas. A publicação desse dado foi emitida pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL). Na realização da pesquisa, foi constatado que aproximadamente 98,2% das latas vendidas tiveram como fim a reciclagem. Ao todo, 198,8 mil toneladas de alumínio, das 202,5 mil toneladas vendidas, foram recicladas em 2010.

Apesar deste gigantesco número, o Brasil depende de latas oriundas de outros países. Isso se dá pelo fato de que o que é reciclado é usado em siderúrgicas, e não nas fábricas de refrigerantes e outras bebidas.

De onde vem o alumínio?

Imagem 2: Bauxita

Na Amazônia, extrai-se 85% do minério chamado bauxita. A bauxita é usada na fabricação do alumínio e o Brasil é o terceiro produtor mundial do minério. 85% da nossa bauxita, que é extraída na Amazônia e passa por um longo processo de refinação. Só depois de uma série de processos químicos (moagem, filtragem, calcinação e eletrólise) surge o alumínio, velho conhecido da humanidade.

Benefícios da Reciclagem de Alumínio: Econômicos e Sócio-Ambientais

  • Assegura renda em áreas carentes, constituindo fonte permanente de ocupação e remuneração para mão-de-obra não qualificada.
  • Injeta recursos nas economias locais através da criação de empregos, recolhimentos de impostos e desenvolvimento do mercado.
  • Estimula outros negócios, por gerar novas atividades produtivas (máquinas e equipamentos especiais)
  • Favorece o desenvolvimento da consciência ambiental, promovendo um comportamento responsável em relação ao meio ambiente, por parte das empresas e dos cidadãos.
  • Incentiva a reciclagem de outros materiais, multiplicando ações em virtude do interesse que desperta por seu maior valor agregado.
  • Reduz o volume de lixo gerado, contribuindo para a solução da questão do tratamento de resíduos resultantes do consumo.

Passo-a-passo da reciclagem de latinhas

A reciclagem de latas é dividida em dez etapas, e se inicia com a entrega da latinha nos postos de coleta. As latinhas são feitas de alumínio, o que representa muitas vantagens sobre outros materiais recicláveis. Entre eles o de não se degradar durante o processo e poder ser usada para o mesmo fim, ao contrário das garrafas plásticas, que depois de recicladas não podem guardar alimentos. Fora isso, o seu valor residual é alto, mais nobre do que o de outros materiais reutilizáveis, tornando-se uma fonte de renda para os seus coletores. Para se ter uma ideia desse valor, a sucata de latas de alumínio vale atualmente 33 vezes mais do que as de aço e 55 vezes mais que as garrafas de vidro. Desde a produção da latinha na fábrica até a sua volta aos centros de reciclagem, o tempo é de dois meses.

Acompanhe a imagem com o processo de reciclagem das latas de alumínios:

Imagem 3: Processo de reciclagem das latas de alumínios

1. COMPRA

O consumidor compra as latinhas de alumínio no supermercado.

2. CONSUMO

Depois de usada, a lata vazia é levada aos postos de coleta ou então vendida aos sucateiros, que ganham mais ou menos R$ 3,00 para cada grupo de 75 latinhas.

3. COLETA
Nesses locais, as embalagens são prensadas com todas as suas partes (corpo, tampa e anel).

4. PRENSAGEM
Neste estágio, as latas são prensadas novamente. Desta vez, em grandes fardos, como são chamados os “pacotes” volumosos e pesados, fáceis de serem transportados.

5. FUNDIÇÃO
As latinhas são derretidas em fornos especiais para latas de alumínio.

6. LINGOTAMENTO
Aqui todo o material é transportado em lingotes fundidos sob a forma de tiras, apropriadas para uma refusão ou transformação.

7. LAMINAÇÃO
Os lingotes passam por um processo de deformação plástica no qual o material passa entre rolos e se transforma em bobinas de alumínio.

8. NOVAS LATAS
As bobinas são usadas para fazer novas latinhas.

9. ENCHIMENTO
Na fábrica de bebidas, as latas passam por um processo de enchimento para ganhar aquele tradicional formato “oco” que conhecemos.

10. CONSUMO
Depois as latas são distribuídas mais uma vez aos pontos de venda, fechando o ciclo de reaproveitamento do alumínio.

Curiosidades

Uma latinha de alumínio vazia pesa em média 14,5 g.

As tampas representam 23% do peso total da lata e são feitas com uma liga de alumínio mais resistente. 

Hoje 67 latas são produzidas com 1 kg de alumínio

As linhas de enchimento dos fabricantes de bebidas passaram das 30 mil latas/hora para 120 mil latas/hora nos últimos anos. 

Hoje as latas de alumínio são 32% mais leves que as produzidas há 25 anos. 

• Com uma chapa de alumínio de 1 metro de comprimento por 1,72m de largura, podem ser produzidas 99 latinhas.
• O Brasil tem uma das três maiores reservas de bauxita do mundo.
• Cada 1.000 kg de alumínio reciclado significam 5.000 kg de minério bruto (bauxita) poupados.
• Para reciclar o alumínio são gastos apenas 5% da energia que seria utilizada para se produzir o alumínio primário, ou seja, uma economia de 95%.
• Os EUA têm o maior consumo do planeta com 347 latinhas consumidas por habitante, seguidos por Emirados Árabes (240), Canadá (155,3) e Austrália (144,7). 

Os Estados Unidos produzem mais de 100 bilhões de latas de alumínio por ano e reciclaram 50% em 2010.
• O ciclo de vida da lata de alumínio – espaço entre a produção e o retorno aos centros de reciclagem – leva em média 30 dias.
• A coleta de latas usadas envolve mais de 160 mil pessoas no Brasil vivendo hoje exclusivamente desta atividade com renda média de dois salários mínimos.

• Em 2010, o Brasil reciclou 98,2% das mais 202,5 mil toneladas de alumínio produzidas, mantendo o país como campeão mundial entre os países onde a atividade não é obrigatória.
• A lata de alumínio gela mais depressa e ocupa menos espaço no freezer e na geladeira.
• Depois de pronta, a lata de alumínio passa por um rigoroso controle de qualidade e que um dos testes é feito utilizando-se um feixe de luz de alta intensidade capaz de detectar qualquer defeito.
• As latas de alumínio são formadas por duas partes básicas (corpo e tampa) e que o fundo da lata se encaixa perfeitamente na tampa de outra lata, facilitando o armazenamento.
• As tampas e os corpos das latas de alumínio são fabricados em fábricas diferentes.
• As empresas produtoras de latas e tampas estão presentes em nove estados brasileiros. As fábricas de corpos estão em Minas Gerais, Distrito Federal, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo, além uma em construção no Mato Grosso. As tampas são produzidas em Pernambuco, Sergipe e Bahia.

Fontes de referências:

About these ads

Sobre Lucas Simões

Estudante do 3º Ano Ensino Médio Técnico de Informática... Louco por tecnologia do modo geral! Ver todos os artigos de Lucas Simões

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: